30/10/2019 | Contabilidade para Partidos Políticos

MP permitirá que partidos renegociem dívidas


Por Essent Jus
Assessoria de Comunicação
Tempo de leitura: 2 minutos

A MP do Contribuinte Legal, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na última semana, estabelece regras para incentivar acordos entre a União e seus devedores – e pode ser uma luz no fim do túnel para muitos partidos e dirigentes.

A MP prevê descontos de até 50% sobre o total do débito, percentual que poderá chegar a 70% para pessoa física e micro ou pequena empresa.

De acordo com a MP, os benefícios fiscais serão concedidos aos devedores que estão em disputa judicial e aos já inscritos na dívida ativa, e que cumpram determinados requisitos, como não ter praticado concorrência desleal ou ação fraudulenta.

 A quem se aplica

A Medida Provisória se aplica a pessoas físicas e jurídicas, que poderão negociar as dívidas com a União, autarquias e fundações: ou seja, os partidos políticos terão a chance de renegociar seus débitos.

Pensando em empreender? Você não precisa começar do zero!

Seja um franqueado Essent Jus

Como vai funcionar?

Os acordos da União com os devedores serão realizados em duas modalidades: cobrança da dívida ativa da União e contencioso (litígio) tributário. Nesse caso, as duas partes terão de ceder para fechar o acordo.

Segundo o governo, as negociações poderão ser feitas de forma individual ou por adesão na cobrança da dívida ativa e por adesão nos casos de contencioso. O Ministério da Fazenda e a PGFN ainda definirão parâmetros para permitir as negociações. É importante ressaltar: a renegociação ocorrerá apenas sobre o valor de juros e multas. 

Forma de pagamento

As dívidas poderão ser parceladas em até 84 meses. Micro ou pequenas empresas poderão parcelar os débitos em até cem meses. O governo prevê a possibilidade de conceder um período de carência para o início do pagamento. 

Para ficar atento: tempo para entrar em vigor

Deputados e senadores têm 120 dias para aprovar a medida, caso contrário, corre o risco de deixar de valer. 

 

COMPARTILHE:
MATÉRIAS RELACIONADAS
14/08/2017 | Prestação de Contas

Como funciona o Fundo Partidário?

Ele contabiliza uma das principais receitas dos partidos políticos: sim, estamos falando do Fundo de Assistência Financeira aos Partidos Políticos, popularmente conhecido como Fundo Partidário. E como ele funciona? Confor...
16/08/2017 | Prestação de Contas

TSE e Tribunal de Contas realizam ação conjunta para examinar prestações de contas partidárias

Tribunais de Contas dos 26 estados e do Distrito Federal em trabalho conjunto com o Tribunal Superior Eleitoral para examinar as contas partidárias anuais. Este é o objetivo do convênio assinado na última semana entre o TSE...
17/08/2017 | Prestação de Contas

Prestação de contas digital é tema de palestra do Ceo da Essent Jus durante evento regional do PSDB, em Santa Rosa/RS

Como os partidos estão se organizando em relação à obrigação do Sped Contábil? Como estão de adaptando ao novo modelo de prestação de contas digital? E o volume de recursos, &eacut...
21/08/2017 | Prestação de Contas

Você sabia que existem regras para o uso do Fundo de Caixa?

Pagamento de gastos de pequeno vulto, total de saldo, limite de gastos: quais as regras para a correta utilização do Fundo de Caixa? Esta é a nossa pauta de hoje aqui no blog da #EssentJus. Começando pelo começo......